Logo - Araguaína Notícias

Araguaína-TO
1/1/2019 às 00:00

Tocantins -

Governo prorroga jornada de 6 horas para servidores e estima economia de R$ 24 milhões

Foto: Lia Mara
Governador Mauro Carlesse (PHS).

 

A jornada de trabalho de 6 horas diárias para os servidores públicos do estado foi prorrogada até 31 de dezembro deste ano. A medida foi publicada por meio do decreto nº 5.852 pelo governador Mauro Carlesse no Diário Oficial desta quinta-feira (17).

A jornada reduzida começou no dia 30 de abril do ano passado com o objetivo de fazer a contenção das despesas, inclusive os gastos com energia elétrica.

O governo argumentou que o período diferenciado de trabalho, de 8 às 14 horas, está garantindo economia mensal à gestão de mais de R$ 2 milhões.

Economia

Conforme os dados do Executivo, em julho do ano passado o gasto com energia elétrica foi de R$ 20,2 milhões, este ano R$ 16,5 milhões, uma redução acima de 18,5%.

A maior queda de gastos foi com diárias, uma redução de 41,3%, de R$ 14,9 milhões para R$ 8,7 milhões. O custo com telefonia também reduziu de R$ 4,5 milhões para R$ 3 milhões, uma queda de 33%. Por outro lado, os gastos com combustíveis aumentaram.

O governo explicou: pagamentos de dívidas que estavam em atraso da outra gestão, por isso o gasto maior.

Conforme os dados do Executivo, em julho do ano passado o gasto com energia elétrica foi de R$ 20,2 milhões, este ano R$ 16,5 milhões, uma redução acima de 18,5%.

A maior queda de gastos foi com diárias, uma redução de 41,3%, de R$ 14,9 milhões para R$ 8,7 milhões. O custo com telefonia também reduziu de R$ 4,5 milhões para R$ 3 milhões, uma queda de 33%. Por outro lado, os gastos com combustíveis aumentaram.

Conforme o relatório da Secretaria de Planejamento e Orçamento, de janeiro a julho de 2018, o governo economizou R$ 15 milhões e espera que a redução chegue a R$ 24 milhões até o fim do ano.

Manutenção da jornada

O Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO) solicitou ao governador Mauro Carlesse a manutenção da jornada de 6 horas no serviço público estadual. O SISEPE-TO destacou que, na última vez que essa redução do tempo diário de trabalho de 8 horas para 6 horas foi adotada pelo governo do Estado – novembro de 2016 a abril de 2017 -, a economia gerada chegou a R$ 8,8 milhões.

Para o Sisepe, são recursos que podem ser revertidos para áreas importantes, como, por exemplo, a saúde, a segurança pública e da infraestrutura.

 

 

 

Caminhão-tanque tomba na BR 153, pega fogo e deixa dois feridos

Caminhão-tanque tomba na BR 153, pega fogo e deixa dois feridos

MPE apura falta de medicamentos, insumos e materiais no HRA

MPE apura falta de medicamentos, insumos e materiais no HRA

Dia do Jovem Trabalhador: BRK aposta em programa para formação de jovens no TO

Dia do Jovem Trabalhador: BRK aposta em programa para formação de jovens no TO

Comentários