Logo - Araguaína Notícias

Araguaína-TO
1/1/2018 às 00:00

Tocantins -

Governo prorroga jornada de 6 horas para servidores e estima economia de R$ 24 milhões

Foto: Lia Mara
Governador Mauro Carlesse (PHS).

 

A jornada de trabalho de 6 horas diárias para os servidores públicos do estado foi prorrogada até 31 de dezembro deste ano. A medida foi publicada por meio do decreto nº 5.852 pelo governador Mauro Carlesse no Diário Oficial desta quinta-feira (17).

A jornada reduzida começou no dia 30 de abril do ano passado com o objetivo de fazer a contenção das despesas, inclusive os gastos com energia elétrica.

O governo argumentou que o período diferenciado de trabalho, de 8 às 14 horas, está garantindo economia mensal à gestão de mais de R$ 2 milhões.

Economia

Conforme os dados do Executivo, em julho do ano passado o gasto com energia elétrica foi de R$ 20,2 milhões, este ano R$ 16,5 milhões, uma redução acima de 18,5%.

A maior queda de gastos foi com diárias, uma redução de 41,3%, de R$ 14,9 milhões para R$ 8,7 milhões. O custo com telefonia também reduziu de R$ 4,5 milhões para R$ 3 milhões, uma queda de 33%. Por outro lado, os gastos com combustíveis aumentaram.

O governo explicou: pagamentos de dívidas que estavam em atraso da outra gestão, por isso o gasto maior.

Conforme os dados do Executivo, em julho do ano passado o gasto com energia elétrica foi de R$ 20,2 milhões, este ano R$ 16,5 milhões, uma redução acima de 18,5%.

A maior queda de gastos foi com diárias, uma redução de 41,3%, de R$ 14,9 milhões para R$ 8,7 milhões. O custo com telefonia também reduziu de R$ 4,5 milhões para R$ 3 milhões, uma queda de 33%. Por outro lado, os gastos com combustíveis aumentaram.

Conforme o relatório da Secretaria de Planejamento e Orçamento, de janeiro a julho de 2018, o governo economizou R$ 15 milhões e espera que a redução chegue a R$ 24 milhões até o fim do ano.

Manutenção da jornada

O Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO) solicitou ao governador Mauro Carlesse a manutenção da jornada de 6 horas no serviço público estadual. O SISEPE-TO destacou que, na última vez que essa redução do tempo diário de trabalho de 8 horas para 6 horas foi adotada pelo governo do Estado – novembro de 2016 a abril de 2017 -, a economia gerada chegou a R$ 8,8 milhões.

Para o Sisepe, são recursos que podem ser revertidos para áreas importantes, como, por exemplo, a saúde, a segurança pública e da infraestrutura.

 

 

 

Tocantins terá Batalhão da PM Fazendária para combater criminalidade nas divisas, garante Carlesse

Tocantins terá Batalhão da PM Fazendária para combater criminalidade nas divisas, garante Carlesse

Duas motos colidem de frente na BR-153, deixam um idoso morto e mãe filha feridas

Duas motos colidem de frente na BR-153, deixam um idoso morto e mãe filha feridas

Justiça nega pedido de Associação  para promover  PMs e Bombeiros; governo garante benefício pós eleições

Justiça nega pedido de Associação para promover PMs e Bombeiros; governo garante benefício pós eleições

Comentários