Notícias

Confira dicas de especialistas para economizar ao planejar uma reforma em seu imóvel

Gastos extras com reformas podem prejudicar muito o orçamento da família.

É preciso ter a ideia completa de tudo que se pretende reformar
Foto: Ilustrativa

É comum extrapolar os gastos pretendidos ao reformar um imóvel. Isso muitas vezes acontece por impulso ou por um planejamento mal feito. Esses gastos extras podem prejudicar muito o orçamento da família, principalmente em um momento financeiro delicado, e o que era pra ser uma reforma positiva acaba trazendo dívidas e mais dívidas. Para que isso não aconteça é preciso ter um ótimo planejamento.

De acordo com o especialista Thiago Arias, editor do site magodasferramentas.com.br, mesmo que pareça óbvio, muitas pessoas não planejam corretamente uma reforma por achar que tem controle total sobre a situação e acabam estourando o orçamento.

É preciso ter a ideia completa de tudo que se pretende reformar, dividir o processo em etapas e fazer a previsão orçamentária de cada uma delas, assim é possível ter um panorama completo do que pode ser eliminado do planejamento para economizar e o que deve ser priorizado na reforma.

Depois de decidir o que reformar, liste todos os materiais que serão necessários. Se você tiver tempo, procure fazer o orçamento em pelo menos três lojas. Quanto mais tempo você dedicar à pesquisa de preços, mais vai economizar. Conseguindo preços melhores é possível até economizar o tanto suficiente para deixar a reforma mais elaborada. Mas tenha cuidado, não coloque apenas a economia como prioridade na compra de materiais. Fique atento aos materiais de construção irregulares ou de má qualidade, por isso, analise o custo-benefício em vez de analisar apenas o valor financeiro.

Deixe sempre uma margem do seu orçamento reservada para imprevistos: eles acontecem muito mais do que a gente imagina em reformas. Se você não reservar essa fatia do orçamento, terá que retirar dinheiro de outros lugares para terminar a reforma ou até mesmo interrompê-la, causando mais prejuízo.

Conte com profissionais de qualidade, busque referências sobre ele, converse sobre a sua reforma, veja se eles estão qualificados para o que você pretende. Contratar os profissionais errados pode ser uma das maiores causas de prejuízo, então é um dos pontos mais importantes no planejamento de uma reforma. Procure sempre as tabelas de preço médio dos serviços profissionais e veja se os que você pretende contratar estão dentro da margem.

Faça o cronograma da reforma de um modo que nenhuma etapa atropele a outra. Muitos profissionais fazendo serviços diferentes ao mesmo tempo podem involuntariamente atrapalhar uns aos outros e causar confusão e desorganização no ambiente. É comum algumas pessoas acabarem se esquecendo disso na ambição de terminar a reforma mais rápido, colocando serviços incompatíveis para serem realizados ao mesmo tempo.

Anote e documente tudo que você gastar na reforma, para que você possa analisar em cada uma das etapas se você está seguindo o planejado, e caso não esteja, ainda pode parar e repensar os gastos para não ter prejuízos maiores no futuro.

Também fique atento aos fatores externos da economia nacional: mesmo que você esteja financeiramente propício a realizar a reforma, pode ser que no contexto geral o momento financeiro não seja o melhor.